quinta-feira, 30 de junho de 2011

"Se isto é um Homem" Primo Levi

Aqui fica um pequeno excerto deste livro, que conta histórias de vidas. Testemunhas do Holocausto, acto VERGONHOSO, que ocorreu durante a 2ª Guerra Mundial.
Nunca o deveremos esquecer e é nosso dever dar a conhecer às gerações futuras estes episódios da mais crua malvadez humana.

Outubro de 1944
Lutámos com todas as nossas forças para que o Inverno não chegasse. Agarrámo-nos a todas as horas tépidas, a cada fim de dia procurámos reter o sol no céu mais um pouco, mas tudo foi inútil. Ontem à noite o Sol pôs-se irrevogavelmente num emaranhado de nevoeiro sujo, de chaminés e de fios, e hoje de manhã é Inverno.
Nós sabemos o que isto significa, porque estávamos aqui no Inverno passado, e os outros aprende-lo-ão cedo. Significa que, ao longo destes meses, entre Outubro e Abril, em cada dez de nós, sete irão morrer. Quem não morrer, irá sofrer minuto após minuto, em cada dia, todos os dias: desde antes do amanhecer até à distribuição da sopa da noite, deverá ter constantemente os músculos tensos, dançar de um pé para o outro, bater os braços debaixo das axilas para resistir ao frio. Terá que gastar pão para arranjar luvas e, perder horas de sono para as remendar quando estiverem descosidas. Já não se podendo comer ao ar livre, teremos de tomar as nossas refeições na barraca, de pé, dispondo cada um de um palmo de chão, pois é proibido apoiarmo-nos nos beliches. Nas mãos de todos abrir-se-ão feridas, e para obter uma ligadura teremos de esperar todas as noites durante horas, de pé, à neve e ao vento.
Obs. A imagem foi retirada da Internet.